5 Apoiadores

Jogando com a História
Depoimento do professor:

"Queridos doadores, agradeço a atenção, as doações e a crença de que com mais um pouco podemos revolucionar as aulas da escola pública. A ONG SomosProfessores.org mostrou que podemos unir forças para fazer a revolução educacional nos pequenos espaços das nossas salas de aula. Quero dizer, também, o quanto estou mega feliz pelos alunos que poderão vivenciar o projeto "Jogando com a História”. Agradeço a ONG, que tem uma equipe maravilhosa, por ir a luta para a realização dos nossos sonhos e desejos de fazer diferente com nossos projetos educacionais. " - Cleyde Barcelos

Sobre o projeto:

Os 200 anos da deflagração da chamada Revolução Pernambucana, um dos mais importantes movimentos sociais e considerada o berço da democracia brasileira, é o ponto de partida para o projeto "Jogando com a História", que será desenvolvido com alunos do 5º ano na Escola Municipal Darcy Ribeiro, no Recife. "A gente acha necessário ensinar aos nossos alunos que a História é uma grande teia formada por nossas pequenas histórias que são, muitas vezes, silenciadas", destaca a professora Cleyde de Andrade Barcelos, professora do projeto.

O objetivo da iniciativa é problematizar as formas de viver em Pernambuco de 1817, inserindo os alunos em diferentes narrativas e instigando uma reflexão sobre as mudanças sociais na cidade do Recife, em Pernambuco e no Brasil, abordando os aspectos econômicos, comunicativos, religiosos e espaciais, além dos usos e costumes.

Além do conhecimento teórico sobre o tema trabalhado ao longo do ano, o projeto tenta desenvolver com os estudantes a conscientização e a responsabilidade que cada um tem sobre as melhorias no seu bairro, cidade, estado e país. Para consolidar o aprendizado, no final do semestre, os estudantes irão criar um jogo de tabuleiro humano em que vivenciarão a história e mostrarão os conhecimentos adquiridos.

Com uma metodologia dinâmica, os estudantes serão estimulados a perceber sua importância como cidadãos e agentes transformadores da história. Para desenvolver as atividades lúdicas, serão necessários os seguintes materiais: resmas de papel ofício, caixas, TNT, fitas dupla face, lápis, barbantes, papéis celofane coloridos, cola branca, cola de isopor, papéis cartão, envelopes de carta, papéis adesivos, cartolinas e papéis fotográficos.

Como esse projeto irá impactar positivamente os alunos?

O projeto possibilita os alunos aprenderem conteúdos significativos quanto ao ensino de História e, principalmente, se reconhecerem como sujeitos históricos. O projeto irá ultrapassar o estudo dos agentes considerados importantes, cujos nomes estampam os livros e monumentos, e permitirá um melhor entendimento sobre suas comunidades, bairros e cidade como locais de produção de cultura, valorizando as vivências e diferenças. "Minha expectativa é de que eles não fiquem alheios aos acontecimentos históricos atuais e percebam que também são responsáveis pelas mudanças que querem na sociedade", afirma a professora.






Informações Adicionais
Escola: Escola Municipal Darcy Ribeiro
Endereço: Rua Odete Monteiro, 450, Cordeiro
Município: Recife
Tema do Projeto: História
Alunos Beneficiados: 50

DETALHAMENTO DO ORÇAMENTO
Materiais Vendedor Preço Quantidade Total
Barbante (rolo) Don Papel 590 3 1770
Cartolinas (unidade) Don Papel 80 15 1200
Cola Branca (unidade) Don Papel 190 6 1140
Cola de Isopor (unidade) Don Papel 395 6 2370
Envelope para cartas Don Papel 8 12 96
Fita dupla face (unidade) Don Papel 590 6 3540
Lápis grafite (caixa com 144 uni.) Don Papel 3900 1 3900
Papel adesivo (metro) Don Papel 390 10 3900
Papel Cartão (unidade) Don Papel 150 12 1800
Papel Celofone (unidade) Don Papel 150 30 4500
Papel Foto (pacote com 20 uni.) Don Papel 1800 3 5400
Resma de Papel Oficio A4 Don Papel 1990 2 3980
TNT preto (metro) Don Papel 250 30 7500
Despesas com frete

Tarifas de processamento dos pagamentos
5000

3365
Total 49461


“A educação é a mais poderosa arma pela qual se pode mudar o mundo.”

Nelson Mandela